Ano 3 - nº 9 - fevereiro/maio de 2011

O FAR-WEST
Theodore Hornberger



O Far-West é a parte dos Estados Unidos que fica entre o 100º meridiano de longitude oeste e o Oceano Pacífico. Nele se encontram as colinas das Montanhas Rochosas, a maior parte do Grande Planalto e os numerosos vales e concavidades da Califórnia, Oregon e Washington. Aí se encontram também as belezas naturais do país: os Parques Nacionais de Glacier, Yellowstone e Yosemite; o Grande Canyon, que serviu de inspiração para Ferde Grofé compor a suíte “Grand Canyon”, executada pela primeira vez em Chicago, em 22 de novembro de 1931; as gigantescas sequóias; os vastos desertos cheios de colorido. (...) o Far-West é espaçoso e vago.
Essa imensidade sempre teve muita importância para a gente do Far-West, que sente orgulho com a vastidão da sua terra e já até mesmo se convenceu de que as terras vastas fazem os grandes povos. Por outras palavras, os filhos do Far-West queriam projetar de si mesmos uma imagem que os mostrava mais afáveis, mais democráticos, mais simples, mais confiantes e mais aventurosos do que os filhos de outras regiões onde a paisagem é menos grandiosa.
Outros povos têm mantido a mesma noção da influência da paisagem sobre o caráter humano, notadamente os russos, que costumam discutir sobre se a paisagem limitada da estepe não teria ampliado e expandido a alma russa. É provável, contudo, que se tenham pensamentos nobres e elevados tanto num simples quarto de hotel, com uma única janela, como do alto de uma montanha. Afinal, tudo depende da mente em questão.
Seja como for, (...) o Far-West tem sido padronizado, acalentado e extraordinariamente lucrativo como artigo de exportação. Os filmes e as histórias em quadrinhos têm levado aos confins do mundo a imagem de vastidões escassamente povoadas por cowboys, índios, xerifes taciturnos, vilões covardes, garimpeiros, mineiros, jogadores, barmen, ladrões de gado, mulheres boas e más (elas nunca são o centro de atenção das histórias)...

 

Este texto foi transcrito do livro Os Estados Unidos Através de Sua Literatura (Understanding The United States Through Fiction, tradução de Berenice Xavier, Rio de Janeiro, Ministério da Educação e Saúde – Serviço de Documentação, 1953, pp. 51-52), de Theodore Hornberger