Ano 3 - nº 9 - fevereiro/maio de 2011

O HOMEM QUE NOS DEU O GOSTO DOS WESTERNS
Lo Duca



Depois de David W. Griffth, impõe-se o nome de Thomas Harper Ince (...). Ele é para nós o homem que nos deu o gosto dos westerns, o gosto de uma cavalaria ao mesmo tempo moderna e arcaica, maravilhosamente representada pelo revólver inesgotável de William S. Hart nas suas perseguições nas terras do Oeste (...).
Em 1916, Ince realizou um dos seus maiores filmes: The Aryan, conhecido por um daqueles títulos grandiloqüentes com que na França se mascararam os melhores filmes estrangeiros: Por Sauver Sa Race. W. S. Hart era o romanesco bandido de olhos claros que readquire o sentido da sua missão de homem perante o sorriso infantil de Bessie Love.

 

Este texto foi transcrito do livro História do Cinema (Lisboa, Publicações Europa-América, 1949, pp. 27-28), de Lo Duca