Ano 2 - nº 7 - julho/setembro de 2010

PAUSA PARA O CAFÉ
Rubens Francisco Lucchetti


“Parente é bom para ficar no quadro.”
Américo Lucchetti

“Resolvi dar uma banana para o mundo.”
Henry Miller
E eu também.

Os sábios buscam a sabedoria. Os tolos pensam tê-la encontrado.

A morte vive à custa de quem morre.

A morte não tem graça. A piada é a vida.

“Deus deve amar as folhas de relva e as criaturas comuns, pois do contrário não as teria feito tão numerosas.”
Abraham Lincoln

“Deve ser bom ser pobre. Tem tanta gente pobre no mundo.”
Bob Hope

Muitos ricos não passam de pobres endinheirados.

O trabalho enobrece, mas não enriquece.

Empresário é, geralmente, aquele sujeito asqueroso que, em época normal, embolsa sozinho os lucros e, em época de crise, quer dividir o prejuízo com os seus funcionários.

“A Natureza vinga-se do homem que a altera.”
Jean Cocteau

Do que o mundo precisa é de um potente alto-falante para a tênue voz da consciência.

Todos os dias, à tarde, o homem chegava ao parque, subia num caixote e fazia uma pregação contra o perverso domínio da classe dominante sobre os menos favorecidos, que são explorados em troca de um mísero salário. As pessoas que passavam por ali olhavam-no com indiferença, e alguns chegavam até a esboçar um sorriso de mofa. Mas, apesar disso, o homem, todas as tardes, fazia sua pregação no parque.
Certa tarde, alguém, que vinha observando já há algum tempo aquele ritual, aproximou-se do homem e perguntou:
– Por que o senhor teima em fazer todos os dias o mesmo discurso, se não há ninguém para escutá-lo?
– Porque, no dia em que eu me calar, estarei concordando com tudo aquilo que abomino.

Nunca julgue uma pessoa pelas companhias que ela tem.
Judas Iscariotes, por exemplo, tinha amigos exemplares.

O que há de bom no jornalismo é isto: o que se publica hoje é esquecido amanhã.

Às vezes, achamos que o mundo está ficando pior; mas talvez seja apenas porque a imprensa e a televisão nos informam melhor sobre o que acontece.

Para fazer uma mulher parar no meio de uma frase nada melhor do que a chegada de outra mulher usando um vestido decotado.

“Como jóia de ouro em focinho de porco, assim é a mulher formosa que se afasta da razão.”
A Bíblia – Provérbios, 11:22

“A mulher aprazível guarda a honra, como os avarentos guardam suas riquezas.”
A Bíblia – Provérbios, 11:16

“A separação entre o passado, o presente e o futuro é uma ilusão.”
Albert Einstein

Quando atingimos certa idade, vivemos da saudade de um passado não-vivido, já que tudo o que imaginávamos estava projetado para o futuro.

Livres são aqueles que sabem viver e fazer aquilo que gostam.

Feliz é aquele que faz o que quer.

“Ninguém pode ser feliz sem ser punido.”
Greta Garbo, no filme Ninotchka

“Devemos ter: amigos que nos ensinem o bem, e perversos e cruéis inimigos que nos impeçam de praticar o mal.”
Diógenes

Certa vez, o célebre escritor francês Victor Hugo, impaciente por saber como estavam as vendas de seu romance Os Miseráveis, que acabara de ser lançado, enviou ao seu editor uma carta extremamente lacônica, com apenas o seguinte: “?”
Após receber a carta, o editor, desejoso de exprimir o grande sucesso que o livro vinha fazendo junto aos leitores, respondeu no mesmo estilo: “!”

“Uma das falhas do caráter humano é que todos querem construir e ninguém quer cuidar da manutenção.”
Kurt Vonnegut Jr.

A secretária dizia para a colega:
– Eu adoro o meu emprego! Só tenho ódio é do serviço.

“O medo do ridículo é que nos faz quase sempre cair nele.”
Vargas Villa

 

O deserto atrai o nômade; o oceano, o marinheiro; o infinito, o poeta.

 

“A palavra é de prata, o silêncio é de ouro.”
Provérbio Árabe

 

Julgar os outros é perigoso; não tanto pelos erros que podemos cometer a respeito daqueles a quem estamos julgando, mas pelo que podemos revelar sobre nós mesmos.

 

“O encontro de duas futuras sogras é como o encontro de dois negociantes: cada um está desconfiado do que o outro pretende impingir.”
Marcelene Cox

 

Em Manchester, na Inglaterra, uma mulher quis provar, por meio de fotografias, que tinha perdido cerca de quinze quilos em dois anos, devido aos maus tratos que sofria do marido. O juiz, então, declarou que o emagrecimento lhe fizera muito bem e negou o divórcio que ela pleiteava.

 

Um francês ia empurrando pela rua o carrinho de seu filho. De repente, a criança abriu o maior berreiro.
– Por favor, Bernard, controle-se – disse baixinho o pai. – Calma, Bernard, não se exalte!
– Meus parabéns – falou uma senhora que observava a cena. – O senhor tem muito jeito para lidar com crianças. – Depois, debruçando-se sobre o carrinho, perguntou: – Então o garotinho chama-se Bernard?
– Não, minha senhora – respondeu o pai. – Ele se chama Pierre. Bernard sou eu.

 

No campo não há barulhos – todos eles são sons.

 
A dona-de-casa chamou o técnico de televisão para consertar o televisor.
– Qual é o defeito? – Perguntou o técnico, assim que chegou.
– Bem, em primeiro lugar, – respondeu ela, – os programas são horríveis...
 

Não há ação mais heróica do que dizermos não a nós mesmos.

 

“O mundo é um paraíso para as mulheres bonitas até os vinte e cinco anos; dessa idade até os quarenta, elas vivem no purgatório; e, depois, no inferno por todo o resto de suas vidas.”
Rochebrune

 

Nossa experiência compõe-se mais de ilusões perdidas do que de sabedoria adquirida.

 

Trocar o útil pelo fútil é transformar a vida em coisa inútil.

 

O interesse põe em ação todas as virtudes e todos os vícios.

 
Rubens Francisco Lucchetti é ficcionista e roteirista de Cinema e Quadrinhos