Ano 6 - nº 18 - janeiro/abril de 2014

CÂNTICO A BETTIE PAGE
Rubens Francisco Lucchetti
foto: Bunny Yeager



Bettie Page, de carne ardente
como a areia do deserto,
traz, num gesto que vem de repente,
a aurora bem de perto.



Fatalidades beduínas
põem sombras em seu olhar,
há passos de bailarinas
que bailam em seu andar.



Erguidos como dois montes
na brancura do areal,
seus alvos seios são fontes
do desejo universal.



Ó linda filha de Tebas,
quando estão se movimentando,
suas majestosas pernas
infundem mais respeito que um exército avançando!



E as suas faces tão belas –
na noite fria do Saara,
elas são prata líquida de estrelas –,
quem não as amará?



Bettie Page, uma mulher real;
mas que parece uma figura sonhada,
uma figura irreal,
uma figura desenhada...

 

Rubens Francisco Lucchetti é ficcionista e roteirista de Cinema e Quadrinhos