Ano 5 - nº 17 - setembro/dezembro de 2013

OS IRMÃOS MARX, ARTISTAS ORIGINÁRIOS DOS PALCOS
Ely Azeredo



Originários dos palcos, os Irmãos Marx (a princípio um time de quatro, que incluía Zeppo) chegaram às telas com a versão de seu show The Cocoanuts, no amanhecer do cinema falado, 1929. (...)
Assumiram a ênfase no diálogo (tão criticada naquele período em que os estúdios ainda não compreendiam o potencial expressivo do som), mas não abdicaram da movimentação e do ritmo.  O estilo de Groucho, Chico e Harpo Marx incorpora (principalmente em seus primeiros filmes) um teatralismo que irritava parte da crítica e não era facilmente absorvido pela totalidade do público. Com o tempo, foram se tornando objetos de culto; e seu desprezo pelo racionalismo exerceu grande influência sobre cômicos que os sucederam. Um de seus cultores mais ilustres é Woody Allen, que os homenageia no final do filme A Era do Rádio (Radio Days, 1987).

 

Este texto foi transcrito do jornal O Globo (Rio de Janeiro, 15 de fevereiro de 1989, Segundo Caderno, p. 4)