Ano 3 - nº 10 - junho/setembro de 2011

O ÚLTIMO PÔR-DO-SOL
Jaime Rodrigues



Este filme focaliza, principalmente no fora-da-lei Brendan O’Malley (Kirk Douglas), que aparece sempre vestido de preto, a nostalgia do passado da gente do Oeste que não encontra no progresso o ambiente a que estavam acostumados e, portanto, sentem-se deslocados.
Sem vôos muito altos, mas com uma narrativa correta e algumas seqüências verdadeiramente admiráveis (uma delas é a da perseguição a Douglas e seu cavalo nas montanhas), o diretor Robert Aldrich faz de O Último Pôr-do-Sol um filme vigoroso, bonito, emocionante.

 

O Último Pôr-do-Sol (The Last Sunset, 1961, 112')
Direção: Robert Aldrich
Roteiro: Dalton Trumbo, baseando-se no romance Sundown at Crazy Horse, de Vechel Howard
Elenco: Kirk Douglas, Rock Hudson, Dorothy Malone, Joseph Cotten, Carol Lynley, Neville Brand, Regis Toomey
Disponível no Brasil em DVD
Distribuidora: Classicline

 

Este texto foi transcrito do opúsculo Robert Aldrich (Rio de Janeiro, INC, 1969, pp. 20-21), de Jaime Rodrigues