Ano 3 - nº 10 - junho/setembro de 2011

OS BRUTOS TAMBÉM AMAM
Georges Sadoul



Fazendeiro (Van Heflin) e sua mulher (Jean Arthur) acolhem um aventureiro (Alan Ladd), que, depois de desafiar um matador (Jack Palance), se sacrifica para eliminar um proprietário de rebanhos que aterroriza todos os fazendeiros pobres da região.
Western psicológico”, em forma de tragédia moderna, oferecido pela Paramount a seu fundador, Adolph Zukor, pelo seu 80º aniversário. O amor silencioso de um homem que vem do desconhecido pela mulher de seu hospedeiro domina parte dessa psicologia. Direção e cenário muito despojados, onde o realizador sabe tirar partido dos grandes espaços do Oeste. Um êxito, mas não uma revolução.

 

Os Brutos Também Amam (Shane, 1953, 118')
Direção e Produção: George Stevens
Roteiro: A. B. Guthrie Jr., baseando-se num romance de Jack Schaefer
Diálogos adicionais: Jack Sher
Música: Victor Young
Elenco: Alan Ladd, Jean Arthur, Van Heflin, Brandon de Wilde, Jack Palance, Ben Johnson, Edgar Buchanan, Emile Meyer, Elisha Cook Jr., Douglas Spencer, John Dierkes, Ellen Corby, Paul McVey, John Miller, Edith Evanson, Leonard Strong, Ray Spiker
Disponível no Brasil em DVD
Distribuidora: Paramount

 

Este texto foi transcrito do livro Dicionário de Filmes (Dicctionaire des Films, tradução de Marcos Santarrita & Alda Porto, Porto Alegre, L&PM, inverno de 1993, p. 64), de Georges Sadoul